quarta-feira, 24 de maio de 2017

Resenha - A Rainha Vermelha - Victoria Aveyard

Ooooolá, meus amores!
Tudo bem?

Faz tempo que não trago uma resenha literária para vocês, né?
Pois bem, hoje vou falar para vocês de um livro maravilhoso, que não me deixou parar de ler enquanto não cheguei à última página.




Como puderam ler aí no título, estou falando do primeiro livro da Série A Rainha Vermelha, que é eletrizante. Essa é exatamente a palavra que o define, pois é repleto de emoções, surpresas, romance, batalhas e traições. Isso mesmo, tem tudo isso já no primeiro livro da série, então vocês podem imaginar como estou ansiosa pelo segundo, né? Também já o estou lendo, mas ainda no início, então, não dá para dizer muito sobre A Espada de Vidro, mas logo venho aqui falar dele também.

A principal personagem é Mara Barrow, uma garota que vive em um mundo dividido pelo sangue, vermelho ou prateado. Os vermelhos são plebeus, humilhados e controlados pelos prateados, um grupo formado pela realeza e nobreza, pessoas que têm dinheiro e poderes, capazes de destruir alguém com apenas um olhar.



A vida de Mara é bem complicada, e seu tempo antes de ser recrutada para ir para a guerra, ser obrigada a lutar com outros povos pelos interesses dos prateados é pouco, por isso ela rouba o que pode para ajudar sua família e quem sabe conseguir uma boa rota de fuga desse terrível destino, ao qual seus três irmãos mais velhos já foram obrigados a seguir. É em uma dessas manobras para roubar que Mara conhece alguém que lhe oferece um emprego no palácio, o que muda completamente sua vida e seu destino.




Durante uma demonstração de poder de algumas garotas prateadas para conquistar seu lugar no posto de princesa, Mara se envolve em uma situação que ameaça sua vida e acaba descobrindo que é dona de um misterioso poder que deixa todos surpresos, inclusive os membros da realeza, que vêm nela uma chance de domar uma rebelião que acabara de iniciar. Conhecido como Guarda Escarlate, esse grupo de rebeldes ameaça tomar o poder e Mara fica bem no meio de tudo, sendo usada pelo rei e a rainha Elara, uma prateada capaz de ler e controlar os pensamentos de qualquer um que surja em sua frente, nossa protagonista é obrigada a mentir e se passar por uma pessoa que não é, mudando toda sua vida e a afastando de tudo o que conhece, tendo que viver como uma das pessoas que mais odeia, uma prateada.

Por conta disso ela é escolhida como a noiva do príncipe mais nomo, Maven, que parece ser um bom garoto, corajoso, que acredita na paz e na boa convivência entre vermelhos e prateados, assim como seu irmão, Cal, o futuro rei, que faz com que o coração de Mara fique dividido, porém ambos têm formas diferentes de ver o mundo e de como controlá-lo.

Em meio a tantas batalhas, ataques e estratégias, Mara é obrigada a mentir para todos, agindo com cautela e correndo inúmeros riscos para lutar pelo que acredita. Em meio a tantas intrigas ela aprende da pior forma que todo mundo pode trair todo mundo e se vê no meio de uma batalha violenta e fatal, que é capaz de colocar sangue contra sangue, e até mesmo príncipe contra príncipe, além de a tornar responsável por muitas vidas perdidas em nome da causa.




A autora conseguiu criar um enredo avassalador, capaz de prender o leitor do início ao fim, fazendo com que perca o fôlego em vários pontos da história.

Confesso que a série já ocupa um dos postos de favoritos em minha vida literária e espero me apaixonar ainda mais no decorrer dos próximos livros.




Bom amores, espero que tenham gostado da resenha e que tenha inspirado vocês a começarem a leitura dessa série que promete grandes reviravoltas. Me contem nos comentários o que acharam da resenha e se já leram algum livro da série, vou amar saber a opinião de vocês!

Bjs... Fiquem com Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário